Atendimento: (32) 3333-2484 / (32) 3333-1302
Blog
12/09/2018

O que considerar na hora de comprar matérias-primas?

* Clique aqui para assistir ao vídeo no Youtube.

Você sabe o que considerar na hora de comprar matérias-primas para sua Farmácia Magistral?

A RDC 67 descreve o que deve ser avaliado no certificado de análise do fornecedor no momento do recebimento da matéria-prima e eu gostaria de falar sobre a importância da comunicação correta com o fornecedor no momento da compra.

É muito importante solicitar matérias-primas que cumpram com as especificações farmacopeicas. Caso isso não aconteça, você poderá ter alguns problemas. Vamos a um exemplo. Suponha que, de acordo com a farmacopeia de determinada substância, o teor do princípio ativo deva estar entre 99,0 e 101,0%, porém o fornecedor envia esta matéria-prima seguindo suas próprias especificações internas, que, por sua vez, são diferentes das farmacopeicas, para o parâmetro do teor. Você ficará diante de duas situações:

1- Aplicar o fator de correção na hora de manipular as cápsulas, gerando um custo maior, que muitas vezes não é repassado para o consumidor final, principalmente devido à grande concorrência do mercado; ou

2- Se você optar por não aplicar o fator de correção e negligenciar este item tão importante nas Boas práticas de Manipulação, você entregará ao paciente um medicamento com subdosagem, que pode comprometer o tratamento. Além disso, quando estas cápsulas forem enviadas para o laboratório de controle de qualidade, elas terão maior chance de serem reprovadas.

O mesmo acontece com outros parâmetros igualmente importantes, como a umidade.

Bom, espero que tenham gostado deste vídeo! Aproveite para assistir ao nosso outro vídeo sobre qualificação de fornecedores na Farmácia Magistral.

Curtam nossa página no facebook e instagram e nosso canal no youtube!

Por Fernanda Carvalho, Responsável Técnica – Quallità-Renylab Controle da Qualidade

Compartilhe:

Leia também